Venda de motos elétricas no Brasil cresce mais de 470% em julho de 2022

Compartilhar:

A venda de motos elétricas no Brasil (incluindo triciclos e scooters), apresentou um forte crescimento de mais de 470% em julho de 2022, de acordo com os dados de emplacamentos da Fenabrave.

Segundo a instituição, em função do aumento dos preços dos combustíveis, tem havido um interesse maior pelas motocicletas elétricas.

Nos primeiros sete meses de 2022 foram emplacadas 4.119 motos e scooters elétricas no Brasil, um crescimento superior a 470% sobre o mesmo período de 2021.

Mas eles pontuam que, mesmo com esse crescimento, a participação dessas motos ainda é pequena no mercado nacional, representando cerca de 0,5% do total de motos emplacadas no país.

A empresa que mais vende moto elétrica no Brasil é a Voltz, que recentemente inaugurou sua fábrica na Zona Franca de Manaus (AM). Seu produto carro-chefe é a moto EVS que, no modelo 2022, ganhou modificações e melhorias, a maior parte solicitada pelos clientes.

Além dela, a Shineray é outra empresa que está apostando muito no segmento elétrico e, recentemente, lançou no Brasil a moto SHE-S, para concorrer com a Voltz EVS.

shineray she-s
Shineray SHE-S

Além delas, outras empresas estão entrando no Brasil, como a LLMOTORS, que chega com uma moto elétrica com a maior autonomia, a Odin 2.0, e a Bashi Motors, que possui a Black Hawk como destaque, e promete uma moto com 600 km de autonomia.

fotos: divulgação

Compartilhar:

Marcelo Souza

Autor, Editor e Administrador do site Moto Elétrica Brasil, formado em Ciências Contábeis, apaixonado por motos tradicionais e elétricas, bicicletas e tecnologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo generated by DesignEvo free logo designer