LLMOTORS traz ao Brasil moto elétrica concorrente da Voltz EVS com até 210 km de autonomia

Compartilhar:

A LLMOTORS está trazendo ao Brasil três modelos de motos elétricas e a principal delas, a Odin, será concorrente da Voltz EVS. Ela chega com especificações superiores e até 210 km de autonomia.

Startup brasileira que foi criada em 2019, a LLMOTORS fica localizada no Maranhão, e a sede da montadora será na cidade de Santa Inês. Ela faz parte do grupo LLSOLAR, que atua no mercado de energia solar desde 2017, sendo uma das empresas pioneiras do setor solar no estado.

O lançamento da marca e dos modelos no Brasil acontecerá em julho mas as pré-vendas iniciam ainda no mês de junho. De acordo com o CEO da empresa, Cristiano Lanucio, em julho eles entregarão duas motos para os ganhadores da campanha de lançamento que iniciarão esse mês.

Os três modelos que serão lançados no Brasil são: Odin (em duas versões, Lite e 2.0), TY (Lite e Force) e Baldur (1.0s e 2.0). De acordo com eles, a Odin e a Baldur já foram homologadas. A TY está em fase final de homologação.

dayi motor odin moto elétrica preta

Detalhes da moto elétrica Odin

A Odin na versão Lite chega com motor de 4.000W, velocidade máxima de 90 km/h, bateria de 72V e 50Ah, autonomia de até 150 km e pneu traseiro de medidas 140/70-17.

Já a versão topo de linha Odin 2.0 conta com motor de 6.000W, velocidade máxima de 100 km/h, bateria de 72V e 100Ah, autonomia de até 210 km e pneu traseiro de medidas 180/55-17.

Ambas contam com suspensão invertida na dianteira, monoshock na traseira, duplo disco de freio na dianteira, rodas de 17″, iluminação Full-LED, painel digital em LCD, 3 modos de potência e marcha à ré. As cores disponíveis são: preto, branco, azul, vermelho.

dayi motor odin moto elétrica

Detalhes da TY e Baldur

Tanto a TY Lite quanto a TY Force contam com motor de 3.000W e velocidade máxima de 65 km/h. A TY Lite possui bateria de 72V e 35Ah e autonomia de até 65 km. Já a TY Force traz uma bateria de 72V e 50Ah e autonomia de até 100 km. A moto pode ser equipada também com duas baterias, sendo a segunda bateria vendida separadamente. As cores disponíveis são preto, branco, azul, vermelho.

A Baldur 1.0s conta com motor de 2.000W, velocidade máxima de 60 km/h, bateria de lítio de 20Ah e autonomia de 50 km. A Baldur 2.0 traz motor de 3.000W, velocidade máxima de 70 km/h, bateria de lítio de 30Ah, e autonomia de até 70 km. Ambas as versões poderão ser utilizadas com uma segunda bateria que ficará a disposição para o cliente.

dayi motor baldur

Enfim, a LLMOTORS diz que fechou parceria com um dos principais fabricantes no mercado europeu com fabrica na China (a Dayi Motor), e estão desenvolvendo em conjunto baterias de lítio específicas para os modelos que serão comercializados no Brasil, além de cabines para trocas de baterias que em breve estarão disponíveis no mercado.

Atualizado em 12 de maio de 2022:

Preços e condições

Os preços das novas motos elétricas da LLMOTORS para o Brasil são os seguintes: Odin Lite, a partir de R$ 25.000,00; Odin 2.0, a partir de R$ 34.000,00; Baldur, a partir de R$ 14.000,00; e TY, a partir de R$ 15.700,00.

Além disso, eles informam que aceitarão financiamento e consórcio e que o site da empresa estará no ar em breve, para que os interessados possam ter mais informações e entrar em contato.

fotos: divulgação

Compartilhar:

Marcelo Souza

Autor, Editor e Administrador do site Moto Elétrica Brasil, formado em Ciências Contábeis, apaixonado por motos tradicionais e elétricas, bicicletas e tecnologia.

99 thoughts on “LLMOTORS traz ao Brasil moto elétrica concorrente da Voltz EVS com até 210 km de autonomia

    • 11 de maio de 2022 em 12:32
      Permalink

      Cadê o preço da moto?

      Resposta
      • 11 de maio de 2022 em 21:44
        Permalink

        Na Europa ela custa 4.550€ euros, faça a conversão e verá que ela nunca vai competir com valor da EVS o que eu acho muito ruim, mas fim

        Resposta
    • 13 de maio de 2022 em 19:52
      Permalink

      Está na reportagem.

      Preços e condições
      Os preços das novas motos elétricas da LLMOTORS para o Brasil são os seguintes: Odin Lite, a partir de R$ 25.000,00; Odin 2.0, a partir de R$ 34.000,00; Baldur, a partir de R$ 14.000,00; e TY, a partir de R$ 15.700,00

      Resposta
      • 10 de junho de 2022 em 15:54
        Permalink

        O povo não sabe mais ler … que coisa vergonhosa!

        Resposta
    • 16 de maio de 2022 em 19:23
      Permalink

      Só ler a matéria tem tudo escrito tudo certinho…quem leu vai saber os preços está grande e claro só le a matéria….

      Resposta
    • 17 de maio de 2022 em 18:29
      Permalink

      Noooossa,é linda demais
      Parabéns viu.

      Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 01:40
    Permalink

    Qual o preço da q tem autonomia de 210 km por hora? e ela.aguenta estrada de terra?

    Resposta
    • 11 de maio de 2022 em 08:12
      Permalink

      Amigo, entendi que a autonomia de 210 km, é a distancia percorrida e não a velocidade máxima! A velocidade é de até 100km/hr.

      Resposta
      • 11 de maio de 2022 em 09:21
        Permalink

        Acho interessante o nosso Brasil… Antes da Voltz meter as caras e mostrar uma alternativa a gasolina, ninguém se interessa em importar uma moto elétrica que tivesse uma boa autonomia e um preço interessante. Agora querem fazer com a Voltz o que fizeram com outras fabricantes automotoras nacionais. Queimar e deixar o mercado para ser explorado pelo empresário estrangeiro. Em todo o mundo as populações valorizam o que é nacional. Só aqui que o que é bom custa caro, é pra poucos e não gera desenvolvimento industrial em solo nacional. O brasileiro tem o que merece! Por mim custava 50 mil! Vai ter quem pague…

        Resposta
        • 11 de maio de 2022 em 13:26
          Permalink

          Amigo, a Voltz importa tudo da China. Nada é fabricado aqui. Fará montagem das motos em Manaus más, todas as peças vindo da China. Apenas se beneficiará dos tributos menores por estar dentro da Zona França de Manaus.

          Resposta
          • 12 de maio de 2022 em 19:18
            Permalink

            E você vai ter que comprar um plano de bateria avulso para ter uma autonomia de maus de 100 km.
            Empresa terceirizada, compra barato na China e vende pelo dobro.
            Financiamento para você com a empresa brasileira que é parceira da voltz.
            Não tem almoço de graça.

        • 11 de maio de 2022 em 13:53
          Permalink

          Gostei do comentário, a voltz ainda sai na frente, se um dia eu for comprar uma elétrica não vai ser outra, É Vlotz com certeza

          Resposta
        • 12 de maio de 2022 em 08:17
          Permalink

          Cara a Voltz é importada, tanto que o tempo de espera é de quase 1 ano contando dias corridos, até mais, sem falar que quando quebra alguma coisa… A quantidade de reclamações referente a isso não para de crescer

          Resposta
          • 13 de maio de 2022 em 08:07
            Permalink

            Verdade. Era tanto defeito de fabricação e recusa da garantia em solucionar que o judiciário aceitou meu pedido de devolução e dano moral.

          • 15 de maio de 2022 em 11:13
            Permalink

            A volts não funciona na chuva.

        • 13 de maio de 2022 em 07:50
          Permalink

          E meu camarada se eles atendece a necessidade dos brasileiros talvez não alvece concorrência o queimarem a marca pro que eles promete o que não pode cumprir moto em 60 dias para entrega tem reclamação no reclame aqui de mais de 6 meses de demora e pagando pelo que você não recebeu o que você me diz eles tem que prometer o que pode cumprir..

          Resposta
        • 13 de maio de 2022 em 22:53
          Permalink

          Com certeza…o exemplo disso foi a gurgel..
          😞😞😞😞

          Resposta
        • 14 de maio de 2022 em 06:54
          Permalink

          Amigo, vc já tentou comprar uma Voltz? Nem estoque tem? Venho a seis meses na espera da EVS e a desculpa é sempre a mesma, está com uma demanda muito alta. Temos que deixar de pensar pequeno, a Voltz que está se queimando, além de nacional está só na propaganda, as motos são importadas da China, inclusive com muitos problemas de adaptação as nossas condições de rodagem. Dá uma pesquisada aí.

          Resposta
        • 15 de maio de 2022 em 15:39
          Permalink

          A EVS é chinesa com algumas melhorias e não 100% brasileira.

          Resposta
          • 19 de maio de 2022 em 16:36
            Permalink

            Nem 5%brasileira!

    • 15 de maio de 2022 em 18:27
      Permalink

      Rapaz, procure ler e interpretar um texto. Automia de 210km e o preço está no final do texto

      Resposta
    • 11 de maio de 2022 em 10:42
      Permalink

      Rapais coloca valor dos
      Produto que nais interesa

      Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 07:39
    Permalink

    Poderiam fechar uma matéria , mais a frente, com preços das motos . Isso e um fator super importante para aquisição .

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 08:20
    Permalink

    Bom dia, por favor bota preço da trabalho pergunta….

    Resposta
    • 11 de maio de 2022 em 11:50
      Permalink

      Gostei gostaria de saber o preço das motos

      Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 08:27
    Permalink

    Muito bonita, arrojada. Tenho interesse. Inclusive de montar uma loja para venda, pois tenho lote de 275m2, 10×27.5m na principal av. da cidade Gama.DF

    Resposta
    • 15 de junho de 2022 em 22:54
      Permalink

      Opa amigo já que a rapaziada nos comentários abaixo relataram que no Gama tem muito bandidos, o que você acha da gente montar uma parceria, e abrir uma representação juntos por aqui em Águas Claras ou Taguatinga, pois eu consigo vários pontos comerciais com vários atrativos para a gente arrebentar nas vendas e calar a boca dos fofoqueiros

      Resposta
      • 22 de junho de 2022 em 11:09
        Permalink

        Parabéns! Admiro muito seu posicionamento. Já trabalhei no “entorno”, e é um mercado fabuloso.
        Boa sorte nos negócios.

        Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 08:28
    Permalink

    Quero comprar, forma de pagamento vai ter poupança para moto?

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 08:31
    Permalink

    Espero que tenha autonomia próxima ao proposto pois sua concorrente não chega nem próximo e que cumpra com prazo de entrega. Se não será apenas mais uma no mercado.

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 08:32
    Permalink

    São lindas, torço pelo sucesso, pois quanto mais opções de compra aumenta a concorrência entre suas montadoras e com isso mais avanços para o consumidor. 👏🏻👏🏻

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 08:42
    Permalink

    Sou de Pernambucano. Gostaria de saber o preço da moto de 210 de autonomia. Terá assistência técnica em Pernambuco?

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 08:45
    Permalink

    Como é que alguém recebe dinheiro para fazer uma matéria e esquece do principal? Falar de uma moto sem dizer o preço é o mesmo que uma revista de culinária que não mostra os ingredientes.

    Resposta
    • 11 de maio de 2022 em 09:02
      Permalink

      Olá, não recebemos nada para fazer essa matéria, estamos apenas informando, é uma notícia, com os fatos que temos até o momento. Como diz na matéria, a marca e as motos estão planejadas para serem lançadas em julho de 2022. Por enquanto eles não forneceram mais detalhes, então temos que aguardar. Assim que sair mais informações, serão publicadas neste site. Abço

      Resposta
    • 11 de maio de 2022 em 11:48
      Permalink

      Concordo com você

      Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 08:46
    Permalink

    Bla,blá, blá, mas o PREÇO? Não adianta você ter uma excelente moto no mercado mas não poder comprá-la devido ao preço alto demais.

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 08:53
    Permalink

    Quando chega em São Paulo ?

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 09:06
    Permalink

    Essa autonomia de “até 210km/h” foi encontrada andando a qual velocidade média?
    Só o pneu dessa medida 180/55 r17, vista em média 700 reais. Então preparem o bolso pois o preço não será viável, infelizmente. Acho que não será menos de R$ 40.000, principalmente se compararmos com outras que já estão no mercado. Vamos aguardar.

    Resposta
    • 11 de maio de 2022 em 09:09
      Permalink

      Desculpem, autonomia de 210 km.
      E não 210 km/h. Desculpem-me pelo erro.

      Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 09:10
    Permalink

    Desculpem, autonomia de 210 km.
    E não 210 km/h. Desculpem-me pelo erro.

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 09:23
    Permalink

    Matéria boa mas kdnos preços?????
    O mais importante vcs nao falam

    Resposta
    • 15 de maio de 2022 em 07:27
      Permalink

      Se ler a matéria toda vão encontrar todos os preços!

      Resposta
      • 15 de maio de 2022 em 20:57
        Permalink

        OS VALORES DAS MOTOS ELÉTRICA S QUE ESTÃO OFERECENDO NÃO CABE NO BOLSO DA GALERA.
        ELAS TEM BAIXA AUTOMIA.
        E NÃO FAZ BARULHO. NOSSO TRANSITO NÃO NOS REIPEITAM.
        É O SILÊNCIO DA MORTE.

        Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 09:29
    Permalink

    Muito bom, só falta divulgar o preço. Assim ficamos com a impressão de ser cara de mais pra o nosso padrão de poder aquisitivo.

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 10:25
    Permalink

    É muito ruim quando se faz uma matéria incompleta, pobre de informações, frustante para quem perde o tempo lendo e não se informa como se deve. Faltou preço, faltou quanto tempo leva para carregar, faltou informações sobre manutenção ou seja da próxima vez pense e se coloque no lugar de quem está lendo e faça um check list para ver se não falta nenhuma informação.

    Resposta
    • 18 de maio de 2022 em 14:48
      Permalink

      Tens que ler….ta tudo na reportagem

      Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 10:25
    Permalink

    Quando em SP
    Quais os preços
    Aceita consórcio

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 10:45
    Permalink

    Tenho a disponibilidade de fazer a expansão das motos em lojas próprias ou franquias para estado de São Paulo e Brasil

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 10:45
    Permalink

    Antes de pensar em comprar essas motos é preciso saber o desempenho dela em dias de chuva, a Voltz por exemplo há relatos de que na chuva ela simplesmente te deixa na mão.

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 11:30
    Permalink

    SÓ VAI TER CONCORRÊNCIA COM A VOLTZ SE O PREÇO FOR BOM PARA O CONSUMIDOR BRASILEIRO.
    O PREÇO TEM QUE SER ACESSÍVEL A NOSSA REALIDADE ECONÔMICA!
    SENÃO VAI SER UM FRACASSO DE VENDAS !

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 12:27
    Permalink

    A Odin tem mesmo a capacidade de enfrentar a EVS? Vamos ver na prática. Ainda tem correções, peças, muita coisa pra ajeitar, erros pra reparar que a EVS já pagou esse preço em 2019 e está saindo pronta pro uso, com bem menos reclamação. Estou ansioso e quero fazer um teste Ride na Odin.

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 12:40
    Permalink

    Olá tenho interesse no produto de vcs, como faço para me escrever para participar do sorteio?

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 14:59
    Permalink

    Muito interessante quero participar do sorteio,se possível quando sair a matéria sobre os preços se puder notificarme por e-mail ou ZAP vou deixar aqui o contato
    xxxxxxxx
    xxxxxxxx

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 17:56
    Permalink

    Cara muito show, está e para mudar o mercado de motos elétricas, mas como toda novidade vem os questionamentos, assistência técnica e peças de reposição.

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 18:21
    Permalink

    O preço que e bom, nada. Não consegui ver preço em nem um comentário, se alguém souber posta por favor.

    Resposta
  • 11 de maio de 2022 em 19:01
    Permalink

    Gostei muito bonita, entendo que estão fazendo um suspense…
    Mas como já comentado antes, precisa passar mais informações sobre o produto… Mas torsso que nos surpreenda…

    Resposta
  • 12 de maio de 2022 em 02:19
    Permalink

    Achei muito bonita concordo com os outros se colocarem preço acessível com certeza vai vender muito bem se assistência em Curitiba vou comprar com certeza

    Resposta
  • 13 de maio de 2022 em 07:41
    Permalink

    Aqui deve chegar custando na casa dos 30 mil, o que não é nem um pouco atraente a todos.

    Resposta
  • 13 de maio de 2022 em 09:55
    Permalink

    Gostaria de saber o preço da 2.0
    6000w
    Tenho interesse.

    Resposta
  • 13 de maio de 2022 em 09:58
    Permalink

    Muito bom chegar concorrência para as elétricas . Com autonomia de 210 km muito boa . Mas 34mil não tem como, a moto só chega a 100km/h.
    Esse mercado de elétricas tem muito que melhorar até chegar a preços justos.

    Resposta
  • 13 de maio de 2022 em 17:05
    Permalink

    Montar e vender motocicletas elétricas no Brasil não é uma iniciativa difícil, desde que a Marca disponha de recursos para o investimento inicial. Difícil mesmo é o Pós Venda, a Assistência Técnica e a disponibilidade de peças de reposição. Todo cuidado é pouco na hora de comprar uma moto elétrica.

    Resposta
  • 13 de maio de 2022 em 22:21
    Permalink

    Bacana, espero que mais montadoras possam vim e principalmente, que brasileiros possam entrar nesse mercado, aumentando a concorrência, apresentando mais opções. Porém é preciso uma reforma tributária, para ajudar a alavancar o empreendedorismo no país.

    Resposta
  • 13 de maio de 2022 em 23:13
    Permalink

    Acho cedo para implementar este tipo de moto… Mas poderiam tornar mais fácil se tivesse uma financiamento..
    pois em certos casos o valor das prestações seriam compatíveis com a economia..
    Se facilitassem pra empresas e para quem trabalha como os motoboys pagaria uma prestação fácil ..pois além da economia de combustíveis ainda tem a manutenção que é muito mais simples ..pois não depende de relação ” corrente .coroa . pinhão ” … Troca de oleo .. E com certeza a manutenção do motor muito mais simples… Só ficando mesmo pendente o problema das baterias …
    Que ao longo do tempo se tornarão mais comuns e baratas…ainda mais se tiverem um padrão como as baterias atuais tem …

    Resposta
  • 14 de maio de 2022 em 05:43
    Permalink

    Bom dia a todos. Infelizmente nos nao temos muitas opções. Nós sempre tomamos pau no comercio. Moto eletrica com esses precos, esqueça. Ademais vc ainda vai ter q gastar grana para carregar as baterias. Existe um equipamento nacional q pode ser adaptado a estás motos elétricas oferecendo aí autonomia total. Ou seja, um sistema de carregamento permanente das baterias independente de vc estar ou nao rodando com ela. Ou seja, vc nao precisaria gastar com recarregamento de baterias. Ademais, e possivel aumentar a potencia do motor e desempenho global da moto. Um outro detalhe e que esse dispositivo nacional, uma vez adaptado a moto tambem pode funcionar independente da moto ter ou nao bateria. Ou seja, vc pode rodar por toda a eternidade com a moto sem precisar de baterias ou realizar recarregamentos. Porem, dificilmente veremos este equipamento de autonomia total de veiculos eltricos isso pq o governo e as concessionárias-fabricantes nao tem interesse em embutir o dispositivo de automia total pq vai contra o sistema financeiro. Ou seja e tecnicamente viavel mais para os fabricantes e principalmente o governo e as concessionarias de energia eletrica vao e podem impedir q esse equipamento nacional seja instalado tanto em motos e carros eletricos. Imagine ai uma frota de 100.000 mil motos eletricas rodando sem necessidade de usar bateria e fazer recarga! Vc compraria a moto e daria a banana pars o governo e as concessionarias de eletricidade. Vc poderia rodar quantos km quiser, autonomia ilimitada e com aumento de potencia do motor. Se esse dispositivo ja viesse incluso na moto os custos ainda ficariam mais baratos dado q o equipamento e barato custando menos q uma unica bateria destas motos.

    Resposta
    • 14 de maio de 2022 em 18:26
      Permalink

      Bem isso, dias atrás eu falei com meu filho que se ele quisesse ganhar dinheiro no futuro, que ele fizesse um motor com os matérias que eu passei pra ele mas já sabendo que o governo não iria deixar ele em paz, energia infinita, fiz algo interessante aqui e com pouco recurso porém, não tenho como expandir

      Resposta
  • 14 de maio de 2022 em 08:04
    Permalink

    Gente o comentário tá na matéria uai!

    Resposta
  • 15 de maio de 2022 em 10:32
    Permalink

    Mas a voltz está demorando 1 pra entregar, como assim o cúmulo do absurdo

    Resposta
  • 15 de maio de 2022 em 13:37
    Permalink

    Como posso ficar sabendo a data de início das vendas? Vcs podem me avisar? Achei as motos bonitas ! As motos da volts são muito feias !

    Resposta
  • 15 de maio de 2022 em 18:28
    Permalink

    Que falta faz a interpretação de um texto .Povo perguntando o que está na matéria

    Resposta
  • 15 de maio de 2022 em 21:56
    Permalink

    Acho muito top motos e carros elétricos porém estamos esquecendo que temos um produto não poluente que é o etanol se os veículos fossem movidos a etanol o custo benefício sairia bem mais em conta e elevaria o patamar do Brasil em lucros e tecnologia

    Resposta
  • 15 de maio de 2022 em 21:57
    Permalink

    Essas motos deveriam ser mais acessíveis

    Resposta
  • 17 de maio de 2022 em 15:54
    Permalink

    Olá boa tarde, gostaria de participar do sorteio q vcs farão no próximo mês com faço?

    Resposta
  • 17 de maio de 2022 em 15:55
    Permalink

    Olá sou de pPernambuco

    Resposta
  • 17 de maio de 2022 em 16:17
    Permalink

    Mas todos vocês devem parar para pensar no seguinte. O rendimento em combustível destas motos vai equivaler a uma bateria nova depois que a mesma não for mais possível recarregar?!

    Resposta
  • 18 de maio de 2022 em 09:19
    Permalink

    Respeito, a opinião de todos porém existem motos elétricas até mais caras que essas, tudo é sinônimo de esforço para aquisição de um bem, muitos falam que não condiz com o bolso do brasileiro,contudo, quantos fazem financiamento de carros e pagam com maior dificuldade? Terá vários modelos com preços diversos vai do gosto o situação financeira de cada

    Resposta
  • 19 de maio de 2022 em 11:20
    Permalink

    O problema vai ser ter uma loja em Manaus e outra no Chuí apenas..

    Resposta
  • 19 de maio de 2022 em 13:35
    Permalink

    210 km de autonomia é muito pouco, teria que recarregar a cada 2 dias. Enquanto não aumentarem está autonomia para próximo de 350 km, ficarei com as movidas a gasolina…

    Resposta
  • 19 de maio de 2022 em 17:09
    Permalink

    Pelo preço que a top de linha está. Não vale o investimento, as motos não passa dos 100 km , não serve pra viajar fala sério investimento caro ,.

    Resposta
  • 19 de maio de 2022 em 21:01
    Permalink

    Com esse preço já pode fechar, assim não perde tempo nem dinheiro produzindo

    Resposta
  • 20 de maio de 2022 em 19:36
    Permalink

    A moto é barata. Vai comprar bateria extra…

    Resposta
  • 20 de maio de 2022 em 20:49
    Permalink

    Eita! Mas com esses valores é igual enfiar o dedo na tomada: um choque! Tá Loko!!

    Resposta
  • 22 de maio de 2022 em 07:56
    Permalink

    VOU DE VOLTZ E NAO ABRO MÃO.
    COMPRE EM 2019 A EV01, 65KM DE AUTONOMIA E 65 DE VELOCIDADE.
    SEMPRE QUE PRECISEI, FUI MUITO BEM ATENDIDO PELA EMPRESA.
    SOU UM CLIENTE REBELDE, JA RODEI 15.000 KM COM ELA E NUNCA FIZ. CICLO DA BATERIA.
    ADORO MINHA SCOOTER.

    Resposta
  • 24 de maio de 2022 em 20:34
    Permalink

    Quanto custa aproximadamente a bateria para reposiçao

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo generated by DesignEvo free logo designer