Moto elétrica da Ducati para a MotoE realiza primeiros testes em Misano

Compartilhar:

O protótipo da moto elétrica da Ducati que disputará o Campeonato Mundial FIM Enel MotoE em 2023 completou suas primeiras voltas na pista de Misano, na Itália.

A fábrica de Borgo Panigale será a única fornecedora do MotoE a partir de 2023, a classe de motos elétricas do Campeonato do Mundo de MotoGP.

O protótipo da motocicleta elétrica, com o codinome “V21L”, é o resultado do trabalho conjunto da equipe Ducati Corse e engenheiros de P&D da Ducati, liderados por Roberto Canè, Diretor da Ducati eMobility, e foi levado para a pista por Michele Pirro, piloto profissional e piloto de testes da Ducati desde 2013, que avaliou as características técnicas e o potencial da primeira motocicleta elétrica da Ducati.

Roberto Canè, Diretor eMobility da Ducati: “Estamos vivendo um momento verdadeiramente extraordinário. Acho difícil acreditar que é realidade e ainda não é um sonho! A primeira Ducati elétrica na pista é excepcional não só por sua singularidade, mas também pelo tipo de empreendimento: desafiadora tanto por seus objetivos de desempenho quanto por seus prazos extremamente curtos. Precisamente por este motivo, o trabalho de toda a equipe que se dedica ao projeto tem sido incrível e o resultado de hoje retribui o esforço realizado nos últimos meses. Certamente ainda não terminamos; na verdade, sabemos que o caminho à frente ainda é muito longo, mas, entretanto, colocamos um primeiro ‘tijolo’ importante.”

Michele Pirro, piloto de testes da Ducati: “Testar o protótipo do MotoE no circuito foi uma grande emoção, porque marca o início de um capítulo importante na história da Ducati. A moto é leve e já tem um bom equilíbrio. Além disso, a ligação do acelerador na primeira fase de abertura e a ergonomia são muito semelhantes às de uma moto de MotoGP. Se não fosse pelo silêncio e pelo fato de neste teste termos decidido limitar a potência em apenas 70% do desempenho, poderia facilmente imaginar que estava andando com minha bicicleta.”

Segundo a empresa, os desafios mais importantes no desenvolvimento de uma motocicleta elétrica de corrida continuam relacionados ao tamanho, peso e autonomia das baterias. O objetivo da Ducati é disponibilizar motocicletas elétricas de alto desempenho caracterizadas por seu peso leve para todos os participantes da Copa do Mundo FIM Enel MotoE™.

ducati motoe moto elétrica misano

O foco do projeto é, além da melhor performance, a contenção do peso e a consistência do fornecimento de energia durante a corrida, alcançada graças à atenção para o desenvolvimento de um sistema de refrigeração adequado à sua finalidade.

Por fim, a experiência da Ducati na Copa do Mundo FIM Enel MotoE ™ será um suporte chave para P&D de produtos. O objetivo é criar, conforme a tecnologia permitir, uma motocicleta elétrica Ducati para uso na estrada que seja esportiva, leve, emocionante e capaz de satisfazer todos os entusiastas.

De qualquer forma, a Ducati já entrou no mundo elétrico, com o lançamento das bicicletas elétricas. Para mais informações, acesse https://www.ducati.com/gb/en/home.

ducati motoe moto elétrica misano
Compartilhar:

Marcelo Souza

Autor, Editor e Administrador do site Moto Elétrica Brasil, formado em Ciências Contábeis, apaixonado por motos tradicionais e elétricas, bicicletas e tecnologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo generated by DesignEvo free logo designer